PLANO ESTRATEGICO 2016-2020

Introdução:

O actual processo de planeamento teve início nos finais do segundo semestre de 2015, onde foram realizados sessões de Auto-avaliação e Planeamento, baseados no modelo OCA (Organizational Capacity Assessment), onde foram auscultadas as ONG’s membros da UNIDOS, Órgãos Sociais, Parcerias socias e Membros do staff do Gabinete da UNIDOS, tendo criado momentos para efectivação de análises críticas, através do diálogo e reflexão colectiva em áreas consideradas pertinentes da UNIDOS. O processo indicou uma realização satisfatória das actividades e efectiva utilização dos recursos financeiros e materiais, com resultados importantes nos últimos anos do trabalho da UNIDOS embora tenha sido reconhecido a necessidade de se incrimentar as acções de Capacitação e Fortalecimento Institucional da UNIDOS de modo a desempenhar melhor o seu papel na Sociedade Moçambicana de contribuir na luta pelos direitos humanos, na defesa da cidadania e da dignidade das Populações Chave, bem como contribuir na construção de uma sociedade livre, justa e solidária, sem preconceitos ou qualquer tipo discriminações.

As acções propostas no presente Plano Estratégico 2016-2020 serão desenvolvidas em Moçambique, ao nível das províncias onde a UNIDOS possui representatividade como Província e Cidade de Maputo, Gaza, Inhambane, Sofala, Manica, Tete, Nampula e Cabo Delgado. Salienta-se que o conjunto das actividades propostas no Plano Estratégico serão implementadas por Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS que trabalham em prol das Populações Chave, Usuários de Drogas Psicoativas, Trabalhadoras de Sexo, Homens que Fazem Sexo com Homens e Prisioneiros, os quais são considerados Principais Grupos Alvo da UNIDOS.

(1)  Estrutura Organizacional

Gestão: Participativa (Coordenador Nacional, Oficiais de Administracao e finanças, Oficial de lobby e advocacia e Oficial de desenvolvimento institucional). A dinâmica do trabalho será realizada com reuniões sistemáticas nos vários níveis de gestão, interna ao gabinete e na relação com membros, consultores/as e ou facilitadores/as, Órgãos sociais. A reunião mensal com todo o staff do gabinete realiza monitoria das actividades, e é o espaço das decisões colectivas.

  1. Coordenador Nacional: coordena todos os processos institucionais. É o responsável formal pelo desempenho da organização. Tem como função garantir a sustentabilidade política, financeira, técnica. É responsável formal por todos os documentos finais da instituição. Exerce a representação política e faz a monitoria do desempenho técnico e participação política da equipa do gabinete da UNIDOS.
  2. Oficiais de Administração e Finanças; lobby e advocacia e desenvolvimento institucional e formação: coordenam as acções do plano nas áreas programáticas e questões administrativas e financeiras. São responsáveis formais pelo desempenho técnico e político – teórico metodológico da equipe. Orientam a equipe nos métodos de trabalho, criam instrumentos, fazem representação institucional, redigem relatórios e desenham projectos, bem como acções estratégicas e específicas de comunicação e informação
  3. Oficiais de Campo: coordenam os processos de execução dos projectos. São responsáveis por garantir a efectivação das acções planeadas e de monitorar os indicadores/resultados. Exercem representação política, executam as actividades, mobilizam em conjunto com os membros e com os facilitadores/activistas, Redigem relatórios.
  4. Demais membros da equipe executam suas tarefas de acordo com o planeado, prestam contas, fazem relatórios, preparam insumos para monitoria dos indicadores, tratam das questões administractivas e logisticas da UNIDOS e outras tarefas relacionadas etc.

(2)  Metodologia e Operacionalização

Ao longo dos anos de sua existência a UNIDOS, ganhou reconhecimento dos seus trabalhos á nível dos actores da Sociedade Civil, Governo e Comunidade em geral, através das suas acções e da sua capacidade de intervenção na área. Para o alcance dos propósitos do presente Plano Estratégico será considerada a intensificação de acções de mobilização de recursos

 

(3)  Método de trabalho

A dinâmica de trabalho realizar-se a partir da Coordenação do Gabinete da UNIDOS, onde as ONG’s membros, implementam o Plano de Acção, com o compromisso de ampliar a participação social da UNIDOS como parte integrante da Sociedade Civil.

O Gabinete da UNIDOS e as ONG’s membros planeiam e realizam as actividades programáticas em conjunto, formando assim uma equipa de trabalho. Os recursos materiais e financeiros utilizados para actividades específicas são definidas de forma colectiva (Gabinete da UNIDOS / ONG’s membros), que podem ser subvencionados directamente para as ONG’s membros da UNIDOS, ou podem ser realizadas a partir do pessoal de recurso do Gabinete da UNIDOS.

Na Gestão da UNIDOS, serão valorizados os processos participativos de consulta com as ONG’s membros, a partir dum trabalho articulado quotidianamente com os Órgãos Sociais.

 

(4)  Estratégia do Plano Institucional:

O presente plano está baseado em resolver problemas sociais, numa perspectiva de Direitos Humanos e Género, onde os processos são fundamentais para a construção de transformações sociais com vista ao apoio social em prol das Populações Chave.

Os resultados e respectivos indicadores procuram captar mudanças em alguns dos processos que directa ou indirectamente possam ser considerados representativos da situação expressa nos objectivos. Será feita uma combinação de dados quantitativos e qualitativos, que articulam as dimensões micro e macro da acção da UNIDOS, partindo dos seguintes critérios:

  • Capacidade de captação dos aspectos qualitativos e quantitativos relacionados às transformações sociais apontadas pelo Plano Estratégico;
  • Possibilidades de recolher dados comparativos sobre a realidade sócio-cultural-econômica do País, tendo em atenção a falta de Estratégias e Politicas nacional de Saúde Pública para População Chave,
  • Capacidade para captar as mudanças significantes no período de intervenção do presente plano ao nível das Organizações membro e dos resultados do ambiente á nível de políticas sociais que fazem referência as Populações Chave;
  • Capacidade de sistematização e análise do conhecimento produzido pela UNIDOS, e que essa produção de conhecimento seja acumulada em processo permanente de aprendizagem institucional.

(5)  Riscos e Sustentabilidade:

Os riscos estão directamente relacionados ao fluxo e dinâmicas das parcerias e da execução das actividades a partir das organizações membro. Algumas vezes o ritmo de execução pode não ser favorável ao planeado. No sentido de minimizar o impacto dos riscos serão definidas dinâmicas de Coordenação da Gestão dos trabalhos entre a UNIDOS e as ONG’s membros.

No âmbito do ambiente interno o risco saliente está relacionado à adequação ao novo plano e a mudança na estrutura formal da UNIDOS será estratégica a consciencialização da equipe do Gabinete da UNIDOS e das ONG’s membros na implementação das mudanças propostas. No ambiente externo os riscos estão relacionados às mudanças políticas e o ambiente da conjuntura nacional, internacional nos aspectos económicos, sociais, climatéricos que poderão influenciar a efectivação do presente plano formulado para os próximos cinco anos.

A sustentabilidade da UNIDOS e a implementação do presente plano centra-se na capacidade da UNIDOS de manter articulada as Organizações da Sociedade Civil, comprometidas com as causas, valores e ideais que motivaram a efectivação deste plano. Salienta-se também a capacidade de reflexão, analise e intervenção sobre os problemas e o afrontamento dos desafios e dos riscos subsequentes. Tal sustentabilidade decorrerá do desenvolvimento e do fortalecimento do campo democrático dos movimentos sociais de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, frisando que o Plano Estratégico é um processo, e deve ser realizado em etapas, criando dinâmicas que sigam a metodologia proposta, tendo em vista o próprio amadurecimento institucional para efectivar as mudanças previstas.

 

(6)  Planeamento, Monitoria, Avaliação (PMA)

  •   Reuniões sistemáticas semanais/ quinzenais/ mensais, sempre que necessário, nos diferentes níveis como Órgãos Sociais, equipa executiva (Coordenador Nacional, Oficiais de Lobby e Advocacia e de Desenvolvimento Institucional e Formação e destas com as equipes de trabalho que incluem as ONG’s membros da UNIDOS que executam as acções do Plano para PMA).
  • Dinâmica de acções de monitoria/ planeamento: 1) Coordenador Nacional realiza reuniões periódicas com os Órgãos Sociais; 2) Toda equipa sob coordenação do Coordenador Nacional realiza reuniões quinzenais/mensais com oficiais de lobby e advocacia e desenvolvimento institucional e formação e oficiais de campo, sempre que necessário e pelo menos uma vez ao mês; 4) O Oficial de Desenvolvimento Institucional e toda equipa de Oficiais de Campo incluindo Educadores de Pares, Redutores de danos, Facilitadores e activistas realizam reuniões sistemáticas com a equipe executora das actividades, incluindo as ONG’s membros da UNIDOS sempre que necessário.
  • Sistematização dos processos para acumulação do conhecimento institucional.
  • Relatórios descritivos e analíticos, com o registo das actividades/ processos de trabalho e de representação institucional – referentes as actividades do Gabinete da UNIDOS e das ONG’s membros executores.

(7)  Objectivos estratégicos

0.1  Fortalecer a capacidade institucional da UNIDOS;

0.2 Estimular iniciativas das Organizações da Sociedade Civil membros da UNIDOS;

0.3 Advogar para a criação de Estratégias e PoliticaS Nacional de Saúde Pública para Populações Chave.

 

Objectivo estratégico 01: Fortalecer a capacidade institucional da UNIDOS

1.1. Nos próximos 5 anos dotar a Rede com meios humanos, técnicos e financeiros para prestar serviços permanentes de qualidade a favor das ONG’s membros e Populações Chave;

1.2. Criar um banco de dados das actividades das ONG’s membros;

1.3. Criar mecanismos de Comunicação, Articulação e de Coordenação das actividades da UNIDOS com as ONG’s de base;

1.4. Estabelecer novos laços de parcerias, networking com parceiros de cooperação (doadores) à nível nacional e internacional incluindo Organizações da Sociedade Civil e afiliação a Redes regionais e internacionais de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania.

 

(a) Resultados do objectivo estratégico 01: Fortalecer a capacidade institucional da UNIDOS

1.1. UNIDOS dotada de capacidades e habilidades para responder a demanda das ONG’s membros e das Populações Chave,

1.2. Criada a base de dados das actividades das ONG’s membros da UNIDOS á nível Nacional que trabalham nas áreas de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, Prevençao do HIV/SIDA, Direitos Humanos e Cidadania;

1.3. Criado um sistema de Articulação; Comunicação; Supervisão e Coordenação eficiente, dotada de meios técnicos e conhecimento de introdução e análise de dados os quais são partilhados sistematicamente com os membros;

1.4. Estabelecidas novas parcerias com Doadores Nacionais e Internacionais, Organizações da Sociedade Civil a nível Nacional e Internacional e afiliação a Redes Regionais e Internacionais de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania.

 

(b) Indicadores do objectivo estratégico 01: Fortalecer a capacidade institucional da UNIDOS

1.1. Rede a funcionar em instalações adequadas; Efectivada a contratação de pessoal qualificado; Recursos materiais e financeiros mobilizados para a implementação do presente Plano Estratégico 2016-2020.

1.2. Criado Base de dados das actividades das ONG’s membros da UNIDOS á nível nacional;

1.3. Sistema de comunicação e articulação entre membros da UNIDOS melhorada;

1.4. Número de Parcerias estabelecidas com Doadores e Organizações da sociedade civil á nível Nacional e Internacional, incluindo filiação a Redes Regionais e Internacionais actuando na área de prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania.

 

(c) Meios de Verificação do objectivo estratégico 01: Fortalecer a capacidade institucional da UNIDOS

-Documentos institucionais existentes na UNIDOS,

-Repercussão nas Mídias Nacionais e Internacionais,

-Dados documentais das Instituições do Governo, Parceiros Nacionais e Internacionais;

-Relatórios dos serviços prestados pelas ONG’s membros da UNIDOS nas acções de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania.

 

Objectivo estratégico 02: Estimular iniciativas das Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS

  • 1 Melhorar os programas de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos e mitigar o impacto do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais nas Populações Chave junto as Comunidades e Centros Prisionais;
  • 2 Melhorar a capacidade de intervenção das ONG’s membros da UNIDOS nas acções de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, Redução de Danos, Direitos Humanos e Cidadania junto as Comunidades e Centros Prisionais;
  • 3 Melhorar as Capacidades das ONG’s membros da UNIDOS na Elaboração e Gestão de projectos bem como na mobilização de recursos e mecanismos de prestação de contas;

 

(a) Resultados do objectivo estratégico 2: Estimular iniciativas das Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS

2.1 Fortalecida a Capacidade Institucional das ONG’s membros da UNIDOS;

2.2 Reduzido o número de novas infecções pelo HIV, TB e Hepatites Virais nas Populações Chave; (UD’s, TS, HSH e Prisioneiros);

2.3 Reduzido o indice de Preconceito, Estigma e Descriminação das Populações Chave (UD’s, TS, HSH e Prisioneiros) nas Comunidades e nas Unidades Sanitarias.

 

(b) Indicadores do objectivo estratégico 2: Estimular iniciativas das Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS

2.1 Número de acções programaticas realizados de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos e mitigação do impacto do HIV, TB, Hepatites Virais nas Populações Chave junto as Comunidades e Centros Prisionais;

2.2 ONGs membros da UNIDOS com capacidades melhoradas para prestação de serviços de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, Redução de Danos, Direitos Humanos e Cidadania nas Comunidades e Centros Prisionais;

  • 3 Aumento da capacidade das ONG’s membros da UNIDOS na mobilização de recursos (percentagem de recursos financeiros mobilizados e número de projectos financiados) para garantir sustentabilidade das suas acções ao longo dos 5 anos;
  • 4 Existência de Instrumentos de procedimentos de Gestão e de Administração Institucional e número de capacitações realizadas para melhor implementação dos instrumentos;
  • 5 Número de encontros de elaboração de projectos pontuais e preparação de planos anuais conjunta com as ONG’s membros da UNIDOS;
  • 6 Número de visitas realizadas e relatórios produzidos para monitoria e avaliação do impacto das acções. Do plano estratégico e planos anuais

 

(c) Meios de verificação do objectivo estratégico 2: Estimular iniciativas das Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS

-Documentos institucionais existentes na UNIDOS,

-Repercussão nos Mídias, imagens, videos,

-Testemunhas pessoais de mudança social de comportamento,

-Dados das instituições do governo; Parceiros Nacionais e Internacionais’

-Relatórios dos serviços das ONG’s membros da UNIDOS que implementam actividades preconizadas no âmbito do presente plano estratégico

Objectivo estratégico 03: Advogar para a criação de Estratégias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave,

3.1 Realizar campanhas Advocacia para mobilizar e sensibilizar a Sociedade Civil sobre a pertinencia da criação de Estrategias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave;

3.2 Estabelecer um Grupo Técnico multissectorial no Ministério da Saúde para formular propostas de Estrategias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave

 

(a) Resultados do objectivo estratégico 3: Advogar para a criação de Estratégias e Politicas Publicas de Saúde para Populações Chave

3.1 Criada aderência da Sociedade Civil nas Campanhas de Advocacia para a criação das Estratégias e Políticas de Saúde Pública para Populações Chave.

3.2 Criado o Grupo Técnico multissectorial no Ministério da Saúde para a formulação de propostas das Estratégias e Políticas de Saúde Pública para Populações Chave.

 

(b) Indicadores do objectivo estratégico 3: Advogar para a criação de Estratégias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave

3.1 Número de campanhas de mobilização e sensibilização nas comunidades sobre a pertinencia da criação de Estrategias e Politicas Nacional de Saúde Publica para Populações Chave;

3.2 Grupo Tecnico estabelecido no Ministério da Saúde para a formulação de Estratégia e Politicas Ncional de Saúde Pública para Populações Chave;

 

(c) Meios de verificação do objectivo estratégico 3: Advogar para a criação de Estratégias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave

-Documentos institucionais existentes na UNIDOS;

-Repercussão nos Mídias,

-Dados das Instituições do Governo, Parceiros Nacionais e Internacionais

-Relatorios dos serviços prestados pelas ONG’s membros da UNIDOS preconizadas no âmbito do plano estratégico

 

(11) Estrutura Programática

Acções Estratégicas Actividades
Objectivo estratégico 01: Fortalecer a Capacidade Institucional da UNIDOS
1.1 UNIDOS dotada de capacidades e habilidades para responder a demanda das ONG’s membros e das Populações Chave,

 

·         Efectuar o recrutamento de Pessoal Executivo qualificado para prestar serviços de qualidade a UNIDOS;

·         Capacitar o Pessoal Executivo da UNIDOS em matérias sobre Boa Governação, Liderança, Elaboração e Gestão de Projectos, Administração e Finanças;

·         Equipar o Escritório da UNIDOS com recursos de trabalho;

·         Realizar acções de mobilização de recursos e desenho de projectos.

1.2. Criada a base de dados das actividades das ONG’s membros da UNIDOS á nível Nacional que trabalham nas áreas de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, Prevençao do HIV/SIDA, Direitos Humanos e Cidadania; ·         Formar e capacitar o pessoal da área de introdução e análise de dados;

·         Aquisição de equipamentos e sistemas informáticos para processamento de dados;

·         Elaborar um directório das Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS que trabalham em prol das Populações Chave;

·         Distribuição do directório e informação das actividades das Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS aos demais parceiros de desenvolvimento social.

1.3. Criado sistemas de Comunicação, Informação, Articulação e de Coordenação das actividades da UNIDOS com as ONG’s de base;

 

·         Aquisição de softwares de gestão e instalação de sistema de internet á nível da sede da UNIDOS;

·         Realizar workshops sobre sistemas de Informação, Educação e Comunicação integrado;

·          Realizar visitas de monitoria e supervisão as Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS;

·         Participar e realizar pesquisas de levantamento de dados (Linha de Base) sobre as questões de Drogas, HIV/SIDA, TB, Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania nas Populações Chave;

·         Produzir e disponibilizar as ONG’s membros da UNIDOS materiais de Informação, Educação e Comunicação sobre Drogas, HIV/SIDA, TB, Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania das Populações Chave (UD’is, TS, HSH, Prisioneiros).

 

1.4. Estabelecidas novas parcerias com Doadores Nacionais e Internacionais, Organizações da Sociedade Civil a nível Nacional e Internacional e afiliação a Redes Regionais e Internacionais de Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, Direitos álcool e HIV/SIDA.

·         Realização de contactos com novos Parceiros (Doadores) e ou Organizações da Sociedade Civil baseadas á nível Nacional e Internacional;

·         Realização de visitas de troca de experiência com Organizações da Sociedade Civil actuantes na área sobre Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, HIV/SIDA, TB, Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania;

·         Participação em fóruns, conferências, simpósios nacionais, regionais e internacionais relacionados ao temas sobre Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, HIV/SIDA, TB, Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania;

·         Filiação em Redes Regionais e Internacionais sobre Prevenção do Consumo Ilicito de Drogas Psicoativas, Redução de Danos, HIV/SIDA, TB, Hepatites Virais, Direitos Humanos e Cidadania;

Objectivo estratégico 2:Estimular iniciativas das Organizações Não Governamentais membros da UNIDOS
 

 

2.1 Fortalecida a Capacidade Institucional das ONG’s membros da UNIDOS;

 

·         Realizar ciclos contínuos de formação e capacitação das ONG’s membros da UNIDOS em matérias sobre Boa Governação, Liderança, Elaboração e Gestão de Projectos, Administração e Finanças;

·         Apoiar as ONG’s membros da UNIDOS na elaboração de manuais de procedimentos e instrumentos de monitoria e avaliação para o fortalecimento institucional;

·         Apoiar as ONG’s membros da UNIDOS em acções de mobilização de recursos e desenho de projectos;

  • Realizar visitas de monitoria para avaliação conjunta do impacto das acções
 

 

2.2 Reduzido o número de novas infecções pelo HIV, TB e Hepatites Virais nas Populações Chave;

 

·         Formar e Capacitar Activistas Sociais, Facilitadores, Educadores de pares e Redutores das ONG’s membros da UNIDOS em matérias sobre Drogas Psicoativas, Redução de Danos, HIV/SIDA, TB, Hepatites Virais, Direitos humanos e Cidadania e tecnicas de facilitação para mudança social de comportamento nas Comunidades e Centros Prisionais;

·         Apoiar as ONG’s membros da UNIDOS na realizar sessões de Sensibilização, Aconselhamento e Testagens voluntarias sobre HIV, TB e Hepatites Virais nas Comunidades e Centros Prisionais;

·         Apoiar as ONG’s membros da UNIDOS na identificação e estabelecimento de parcerias com as Unidades Sanitarias locais para a Referencia e Contra-referencia dos beneficiários (População Chave) necessitando de serviços básicos de saúde na Comunidade e Centros Prisionais;

·         Aloucar para ONG’s membros da UNIDOS materiais de Informação, Educação, preservativos e outros insumos de Prevenção do HIV, TB e Hepatites virais para serem disponibilizados as Populações Chave;

·         Realizar acções pontuais de lobby e advocacia sobre Direitos Humanos e Cidadania em prol das Populações Cahves (UD’s, TS, HSH e Prisioneiros) anível local e nacional;

2.3 Reduzido o indice de Preconceito, Estigma e Descriminação das Populações Chave (UD’s, TS, HSH e Prisioneiros) nas Comunidades e nas Unidades Sanitarias ·         Realizar sessões contínuas de Terapia Comunitária Integrativa sobre Direitos Humanos e Cidadania envolvendo UD’s, TS, HSH, Prisioneiros nas Comunidades, Unidades Sanitárias e Prisionais;

·         Realizar pequenas oficinas sobre Humanização nas Unidades Sanitárias e Prisionais para melhorar a eficácio do atendimento das Populações Chave;

·         Sensibilizar aos UD’s, TS, HSH e prsioneiros a aderir aos programas de Prevenção do HIV/SIDA, TB e Hepatites Virais, bem como fazer as respectivas testagens e posterior tratamento em Unidades Sanitárias de referência.

·         Organizar nas Comunidades, Unidades Sanitárias e Centros Prisinais Oficinas de Convivência atraves de Arte e Cultura para o fortalecimento da identidade e auto-estima das Populações Chave.

Objectivo estratégico 03: Advogar para a Criação de Estrategias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave
3.1 Criada aderência da Sociedade Civil nas Campanhas de Advocacia para a criação das Estratégias e Políticas Pública de Saúde para Populações Chave

 

·         Realizar workshops abertos para a mobilização e sensibilização da Sociedade Civil sobre a necessidade e importâcia da criação de Estratégias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave;

·         Realizar mesas redondas, debates públicos envolvendo os mídias, Assistentes sociais, UD’s, TS, HSH e Prisioneiros sobre a necessidade e importâcia da criação de Estratégias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave;

·         Fazer levantamento evidencial de documentação existente (no país ou internacionalmente) relacionada com o tema e a meta de advocacia (políticas e planos, programas, pesquisas diagnósticos, currículos de formação, trabalhos académicos, arquivos jornalísticos, declarações públicas etc.)

·         Recolher assinaturas juntos aos aliados para petição ao Governo sobre a necessidade e importâcia da criação de Estratégias e Politicas Públicas de Saúde para Populações Chave;

·         Realizar uma oficina para definir um conjunto de mensagens a serem divulgadas nas rádios comunitárias e nas rádios de emissão nacional

3.2 Criado o Grupo Técnico multissectorial no Ministério da Saúde para a formulação das propostas de Estratégias e Políticas de Saúde Pública para Populações Chave.

 

 

·         Realizar uma oficina para elaboração de um portfólio, apresentando os objectivos de advocacia, as cartas de apoio dos aliados e um draft dos Termos de Referência para o Grupo Técnico Multissectorial sobre Saúde das Populações Chave;

·         Encontros com o Ministério da Saúde e Conselho Nacional de Combate ao SIDA para apresentação do portfólio de advocacia e mobilização para a implementação de uma Consulta Nacional sobre a Saúde e Direitos Humanos das Populações Chave;

·         Implementação da Consulta Nacional sobre Saúde e Direitos Humanos das Populações Chave, com as respectivas recomendações para um Programa Nacional de Saúde para Populções Chave.

·         Criação do Grupo Técnico Multissectorial para a operacionalização  das recomendações da Consulta Nacional.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s